A agência Ogilvy e a marca de bebidas Schweppes se uniram na campanha The Dress For Respect (“O Vestido para o Respeito”) para mostrar o assédio contra as mulheres na balada. 

Eles desenvolveram um vestido com sensores embutidos no tecido capazes de rastrear cada toque que uma mulher recebe e, em seguida, enviá-lo à uma central de controle via WiFi. Também foi medida a intensidade do toque. 

Três mulheres brasileiras, Luisa, Tatiana e Juliana usaram o vestido em uma casa noturna em São Paulo, e mostraram resultados alarmantes: em menos de quatro horas, homens agarraram, acariciaram e passaram a mão 157 vezes.

São mais de 40 toques por hora. Um toque a cada cinco minutos.

Além do rastreio pelo vestido, câmeras acompanharam as mulheres e revelaram como agem os homens durante essas investidas.

É incômodo para quem assiste. Imagine para quem sente na pele.

A campanha levanta uma questão importante de respeito às mulheres, especialmente em casas noturnas, onde as pessoas se reúnem para se divetir, beber e conhecer pessoas. E alguns homens se sentem livres para agir de maneira predatória. 

De acordo com uma pesquisa da ONG Think Olga, no Brasil, 86% das mulheres já foram assediadas de alguma forma na noite. 

Se ainda não havia ficado claro, o vídeo ensina que aquela passadinha de mão não é legal, é assédio. 

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin