Em um único quadrado, o que você pode ver são mais de 265 mil galáxias: a imagem mais detalhada do universo, feita pelo telescópio Hubble.

Se trata de um mosaico feito a partir de 7,5 mil registros feitos pelo Hubble ao longo de 16 anos de exploração espacial. A panorâmica mostra galáxias novas e antigas, planetas e estrelas tão antigas que suas luzes viajaram bilhões de anos antes de serem capturadas pelo telescópio.

“Anteriormente, a maioria dessas exposições não havia sido montada de forma consistente e passível de ser usada por qualquer pesquisador. Os astrônomos podem selecionar os dados no Hubble Legacy Field  [banco de imagens do sistema] que desejam e trabalhar com ele imediatamente, em vez de ter que executar uma grande quantidade de redução de dados antes de realizar análises científicas”, explica Dan Magee, líder de processamento de dados da equipe responsável pelo telescópio.

Nenhuma outra imagem do Universo poderá ultrapassar a exibição até que futuros telescópios espaciais sejam lançados. A panorâmica é a primeira de uma série de outras “colagens” que os membros do projeto Hubble Legacy Field estão trabalhando.

O mosaico e suas imagens individuais, estão disponíveis no Arquivo Mikulski para Telescópios Espaciais (MAST).

Logo mais será divulgada uma segunda compilação de fotos, que deve totalizar mais de 5,2 mil registros feitos pelo Hubble em outra área do Cosmos.

A imagem mais detalhada do universo
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin