A equipe de efeitos especiais da Industrial Light and Magic usou sets de LED e a Unreal Engine, motor de jogo desenvolvido pela Epic Games, para criar cenários digitais para a série The Mandalorian.

A ferramenta usada para os jogos da Epic, como Fortnite e jogos da série Gears of Wars, também já foi utilizada em jogos de outros desenvolvedores como Street Fighter V, da Capcom e Tekken 7, da Bandai Namco.

Para a gravação da série, que mergulha no universo alternativo de Star Wars, a ferramenta dispensou a tela verde chroma key, na qual o elenco atua sem interagir com um set real, que ganha vida apenas após a edição de efeitos especiais.

As cenas foram pré-renderizadas por GPUs da Nvidia, e agora os atores puderam interagir com os cenários tridimensionais, cujos modelos eram projetados em uma tela semicircular de 6 metros, permitindo que eles enxergassem os cenários para as gravações.

Como foram criados os cenários digitais de The Mandalorian

O processo faz parte de uma linhagem de técnicas e ferramentas de produção desenvolvidas pelas equipes do diretor Jon Favreau, chamada StageCraft, cuja abordagem ofereceu vários benefícios.

Além de facilitar a interação do elenco com as ambientações, a ferramenta ajudou no corte de longa pós-produção que geralmente a equipe tem para adicionar ambientes de segundo plano digitalmente.

Com a Unreal Engine, os cenários foram alterados em menos de uma hora, além de oferecer resultados muito mais “limpos” de efeitos visuais.

Dá uma olhada nos bastidores de The Mandalorian, que a Industrial Magic criou para mostrar como a tecnologia de jogos ajudou na produção da série de TV da Disney +.


Leia mais sobre The Mandalorian e Star Wars!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin