Engenheiros da Universidade de Columbia descobriram como imprimir um cheesecake em 3D comestível, usando tintas que podem ser digeridas pelo ser humano.

Essas tintas consistem em sete ingredientes principais: biscoito, manteiga de amendoim, Nutella, purê de banana, geleia de morango, cobertura de cereja e glacê.

A equipe descobriu que o biscoito era o melhor como ingrediente fundamental para cada camada do bolo, enquanto a manteiga de amendoim e a Nutella funcionavam de forma ideal como camadas de suporte.

Por quê? Tanto a manteiga de amendoim quanto a Nutella formaram piscinas para manter os ingredientes mais macios.

Esses projetos de vários ingredientes evoluíram para estruturas de várias camadas que seguiram princípios semelhantes aos usados na arquitetura no mundo real.

Como a impressão 3D de alimentos ainda é uma tecnologia nascente, ela precisa de um ecossistema de indústrias de suporte, como fabricantes de cartuchos de alimentos, arquivos de receita para download e um ambiente para criar e compartilhe essas receitas. Sua personalização torna particularmente prático para o mercado de carne à base de plantas, onde a textura e o sabor precisam ser cuidadosamente formulados para imitar carnes reais”, disse JonathanBlutinger, pós-doutorado da Columbia que trabalha no laboratório.

O cheesecake em 3D comestível

Veja mais sobre tecnologia!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin