Guia-Robo (1)

Pessoas de todo o mundo poderão visitar conceituadas galerias de arte usando robôs. A partir de hoje, guias robóticos equipados com câmeras vão passar por galerias para exibir artes e oferecer informações sobre as exposições pela internet.

Guias robóticos no museu

Haverá comentários ao vivo e alguns visitantes do projeto After Dark poderão inclusive controlar esses robôs remotamente.

Guia-Robo (2)

Chris Hadfield, que foi comandante da International Space Station (aquele que tocou David Bowie em órbita) já testou o serviço de sua casa em Toronto, antes do lançamento.

O projeto ganhou o prêmio IK Prize 2014, e será ministrado anualmente, com o objetivo de expandir o acesso à arte via meios digitais.

Ele é pensado para ser o primeiro projeto do gênero em um museu ou galeria, e foi criado pelo estúdio de design The Workers – formado pelo Royal College of Art e Tommaso Lanza, Ross Cairns e David Di Duca – usando tecnologia desenvolvida para exploração espacial.

Guia-Robo (3)

Para conferir o projeto, o público pode acessar o site afterdark.tate.org.uk.

“A aquisição robótica inspirada do The Workers da Tate Britain vai direto ao coração do que o prêmio IK representa, um acoplamento excepcional de criatividade digital com o uso da tecnologia para trazer a arte para o público cada vez mais amplo”, disse a diretora da Tate Media, Jane Burton. “Nós estamos olhando para a frente com a introdução de novos visitantes de todo o mundo à Tate Britain. Afinal, quem nunca sonhou em passear num museu, sozinho, à noite?”

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin