Pesquisadores do MIT desenvolveram um novo método de impressão 3D que utiliza metal líquido para produzir peças em larga escala, como pernas de mesa e estruturas de cadeiras. Tudo isso em questão de minutos.

Chamada de impressão com metal líquido (LMP), a técnica envolve depositar alumínio fundido ao longo de um caminho predefinido em uma cama de pequenas contas de vidro.

O alumínio rapidamente endurece, formando uma estrutura tridimensional, e a uma velocidade pelo menos 10 vezes mais rápida do que um processo de fabricação aditiva de metal comparável.

Ainda mais impressionante é que o procedimento para aquecer e fundir o metal é mais eficiente do que alguns outros métodos. Uma ressalva: o método não é capaz de atingir altas resoluções, tornando-o perfeito para algumas aplicações de arquitetura e construção.

“Esta é uma direção completamente diferente na forma como pensamos sobre a fabricação de metal, que tem algumas vantagens enormes. Tem desvantagens também. Mas a maioria do nosso mundo construído — as coisas ao nosso redor, como mesas, cadeiras e prédios — não precisa de uma resolução extremamente alta. Velocidade e escala, além de repetibilidade e consumo de energia, são todas métricas importantes”, disse Skylar Tibbits, professor associado no Departamento de Arquitetura e co-diretor do Laboratório de Auto-Montagem.

Abaixo você confere um vídeo do processo.

Novo método de impressão 3D usa metal líquido

Veja mais sobre tecnologia!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin