O pessoal da série do Pop Sci, Wild Lives, fez um episódio dedicado a verdadeira história por trás de Os Pássaros, o icônico filme do mestre do horror Alfred Hitchcock.

Este filme é na verdade uma adaptação de um conto em 1961 de Daphne du Maurier, onde um bando gigante de pássaros pardais fuliginosos invadiu a costa do Pacífico perto de Santa Cruz.

Os pássaros, que pesavam muito por causa das sardinhas, perderam o senso de direção e se chocaram contra os prédios próximos.

As pessoas não sabiam na época o que fez esses pássaros caírem, mas quando um segundo incidente ocorreu 30 anos depois com pelicanos marrons, os cientistas descobriram que os pelicanos não foram perdidos, mas sim envenenados por uma microalga neurotóxica que entrou no ciclo alimentar desses animais.

“Desta vez, os cientistas determinaram a causa, envenenamento por ácido domóico. O ácido domóico é uma neurotoxina que pode ser produzida por várias espécies de pseudo-nitzschia, uma microalga que floresce em água quente rica em nutrientes e com vento fraco. … E quando a neurotoxina atravessa a barreira hematoencefálica em pássaros e mamíferos, pode causar confusão, desorientação, convulsões, coma e até morte.”

Quando voltaram para examinar o incidente em 1961, descobriram os mesmos resultados.

Portanto, esses pássaros não se perderam na névoa. Eles foram envenenados. O fato de se reunirem aos milhares e todos se alimentarem de krill ou sardinhas contaminadas por microalgas tóxicas é o que fez aquela noite fatídica parecer o fim do mundo, porque os pássaros, coletivamente, perderam a cabeça ao mesmo tempo.

Aí está a história por trás desde clássico do cinema. Um fato científico, e nada sobrenatural.

Abaixo você confere o episódio, em inglês, sobre isso.

A verdadeira história por trás de Os Pássaros

Veja mais sobre Hitchcock.

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin