Johan Deckmann é um artista que nesta coleção de arte insere mensagens existenciais em capas de livros, sendo que eles são grossos ou finos, dependendo do assunto em questão.

Os livros são pintados à mão, mas o maior destaque estão para o que cada arte significa. Um exemplo é a série de livros azuis, que mostram o menor e mais fino como “boas ideias”, o de tamanho mediano como “ideias medíocres” e o maior e mais grosso como “más ideias”.

O artista que mora em Copenhague, na Dinamarca, também é praticante da psicoterapia, e acredita que a linguagem pode ser um importante fator terapêutico.

“As palavras certas podem servir como boa medicina”, ele comenta. Suas obras também podem ter um tom com humor, como o livro em que a capa diz “como procurar para sempre por o que já está dentro de você”.

Abaixo você confere alguns exemplos e traduções das mensagens dele.

Mensagens existenciais em capas de livros

Como ficar bravo com pessoas por não ter feito o que você deveria ter feito com você mesmo

Artista insere mensagens existenciais em capas de livros grossos ou finos

“O que eu tento fazer com que você entenda”

“O que você entende”

Artista insere mensagens existenciais em capas de livros grossos ou finos

“Como procurar para sempre por o que já está dentro”

Artista insere mensagens existenciais em capas de livros grossos ou finos

“Boas Ideias”

“Ideias Medíocres”

“Más ideias”

Artista insere mensagens existenciais em capas de livros grossos ou finos

“Sentimentos que eu posso explicar”

“Sentimentos que eu não posso explicar”

“A pessoa que eu você acha que sou”

“A pessoa que eu acho que sou”

“A pessoa que sou”

“Amor verdadeiro”

“Amor OK”

“A caixa que nunca abrimos e com uma boa razão”

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin