As maiores pegadas de dinossauros do mundo foram descobertas em 2009, na vila francesa de La Plagne, nas Montanhas Jura.

Depois disso, várias escavações no local revelaram outras pistas, e formaram o mais longo caminho de um dinossauro já descoberto pela humanidade.

Cientistas de diversos laboratórios e Universidades francesas, após extensos estudos, descobriram que essas trilhas foram deixadas a 150 milhões de anos por um dinossauro que tinha 35 metros de comprimento – e que pesava nada menos que 35 toneladas.

Naquela época, o local de La Plagne ficava em uma vasta plataforma de carbonato banhada por um mar quente e raso. A presença de grandes dinossauros indica que a região deve ter sido repleta de ilhas que ofereciam vegetação suficiente para sustentar os animais.

Pontes terrestres surgiram quando o nível do mar baixou, conectando as ilhas e permitindo que os vertebrados gigantes migrassem da terra seca.

A trilha deixada pelas patas da criatura medem 94 a 103 cm e o comprimento total pode alcançar até 3 metros quando se inclui o anel de lama deslocado por cada pisada.

As pegadas revelam cinco marcas elípticas, enquanto as marcas das mãos são caracterizadas por cinco marcas de dedos circulares dispostas em um arco. Análises biométricas sugerem que o dinossauro tinha pelo menos 35 m de comprimento, pesava entre 35 e 40 toneladas, tinha uma passada média de 2,80 m e viajava a uma velocidade de 4 km/h.

A região abriga outras trilhas de animais jurássicos, como carnívoros e outras espécies. Os cientistas agora isolaram o local para evitar que os rastros sumam um dia.

As maiores pegadas de dinossauros

Contemple as maiores pegadas de dinossauros do mundo
Contemple as maiores pegadas de dinossauros do mundo

Veja mais sobre ciência e natureza.

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin