A animação Encanto é um sucesso estrondoso e muito disso é graças à trilha-sonora de Lin-Manuel Miranda. O compositor, que ocupa a primeira posição das cartilhas da Billboard, também foi indicado ao Oscar pela Melhor Canção Original com “Dos Oruguitas”. Ele resolveu falar como foi o processo de criação das músicas que produziu para o longa-metragem e aquilo que o inspirou em seu trabalho. E, de acordo com ele, isso é tão importante quanto as próprias atuações vistas nas telonas.

Segundo o profissional, “Dos Oruguitas” precisava ser sobre o próprio núcleo. “Acredito que todo artista concordará comigo. Muito do caminho de escrever a música certa é visualizar qual não devia ser a primeira. Este momento do filme deveria ser o fundamento da história dessa família. É uma trama profundamente traumática. E meio que precisava ser em espanhol. É uma música esquisita para mim, mas não por isso. Já escrevi neste idioma antes, mas nunca era 100% assim. Era porque a canção não seria sobre o personagem cantando como na maioria dos musicais, mas sim um para o outro. Neste momento, a tragédia sendo revelada se torna muito profunda. Precisamos que ela se distanciasse um pouco para funcionar”.

A cultura entregue por Lin-Manuel Miranda

Lin-Manuel Miranda também afirma que considera um dos melhores trabalhos que realizou na vida. “Quando fazemos um filme, muitas vezes ele é o primeiro contato das pessoas com aquela determinada cultura, para o bem ou para o mal. Então isso é levado bem a sério. Tive uma boa experiência com Moana e disse que se fossem trabalhar em um musical da Disney temático da América Latina, é o tipo de trabalho que esperei por toda minha vida. Escolhemos a Colômbia pela grande diversidade e por ser lar de um realismo mágico. Estivemos por lá em 2018 e visitamos tanto as cidades grandes quanto as realmente menores e havia música em todos os lugares que íamos. Foi a road trip mais divertida que já fiz”.

Veja mais em Cinema e TV!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin