Em fim de ano não há como escapar das melodias natalinas. Elas estão nos mercados, lojas, shoppings e reuniões de família. Se você se sente perturbado e um verdadeiro Grinch, fique tranquilo, porque realmente as músicas de Natal são nocivas ao cérebro.

Ouvir esporadicamente essas músicas temáticas pode estimular a nostalgia e te envolver no espírito natalino. Mas estar exposto à elas por muito tempo pode provocar estresse, tédio e angústia.

Segundo a psicóloga clínica Linda Blair, isso acontece porque, após certo tempo, tentamos automaticamente não ouvir mais aquilo que de fato está tocando nas caixas de som. Essa fuga desencadeia tais condições psicológicas nocivas.

Ela ainda ressalta que as melodias têm efeito oposto ao fenômeno psicológico chamado “efeito de exposição”, no qual o indivíduo acaba gostando de certas coisas ao ser forçado a viver com elas por um tempo.

“Isso acontece porque não conseguimos ouvir estas canções sem associá-las com as festividades que são por si só eventos estressantes, e que lembram problemas financeiros, tensões no trabalho e nas relações familiares e a solidão, alerta a especialista.

Em espaços comerciais onde canções natalinas são reproduzidas incessantemente, os prejudicados não são apenas os clientes, mas os trabalhadores que são sobrecarregados pela poluição sonora e podem se sentir distraídos e exaustos.

Para evitar tal fadiga cognitiva, Linda diz que é necessário dar uma pausa nas melodias, alternando-as com canções de gêneros diferentes.

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin