Uma equipe de cientistas do MIT desenvolveu um peixe robô capaz de coletar dados da vida marinha, e tem os movimentos controlados por um controle de SNES modificado.

Trata-se do “SoFi”, um robô com aparência tão realista que possui uma carcaça maleável – a qual inspirou o nome, uma abreviação de “Soft Fish”.

Ao nadar ao lado de outros peixes, ele fornece informações importantes à biólogos marinhos, fundamentais para pesquisas sobre seres subaquáticos.

Na cabeça do robô estão localizados componentes eletrônicos, seu cérebro – um pequeno computador que roda Linux – e uma câmera que transmite imagens aos pesquisadores em tempo real.

Esse conceito robótico-marinho possui diversas vantagens para o campo de pesquisa. Seu corpo é todo fabricado em impressoras 3D, algo barato e rápido de se produzir. E suas habilidades de flutuação permitem que ele alcance diferentes profundidades marítimas, ampliando sua área de operação.

Além de tudo, o SoFi não oferece risco a outras vidas marinhas, ao contrário de diferentes robôs ou veículos que utilizam hélice para locomoção, já que seu movimento é sustentado através da cauda, e ele não emite barulhos – uma vantagem para se camuflar entre as espécies.

“Ficamos empolgados de ver que nosso peixe pode nadar lado a lado com outros peixes, e eles não fugiram dele. Isso é bem diferente do que acontece quando um mergulhador humano se aproxima”, diz Daniela Rus, uma das autoras do estudo.

O peixe robô comandado por um controle de SNES

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin