O solo marciano e lunar são surpreendentemente férteis, e uma nova pesquisa sugere que algum dia seja possível criar plantações em Marte ou em colônias fora do planeta Terra.

Quando os cientistas da Universidade Wageningen tentaram cultivar dez culturas diferentes em solos desenvolvidos pela NASA para imitar o encontrado em Marte e na Lua, nove deles cultivaram plantas comestíveis e sementes viáveis, de acordo com pesquisa publicada este mês na revista Open Agriculture.

Essas futuras fazendas interplanetárias ainda precisam lutar com diversos outros problemas, como a falta de atmosfera por exemplo, mas a experiência é um bom sinal de que no futuro seja possível realizar esta tarefa.

As plantas cultivadas em solo marciano ou lunar simulado não foram tão bem-sucedidas quanto as cultivadas em condições normais da Terra e, na maioria dos casos, as safras marcianas simuladas tiveram um desempenho melhor do que as plantas da Lua.

Ainda assim, vegetais como tomate, rabanete, centeio e quinoa cresceram nos dois tipos de solo espacial, com espinafre sendo a única planta que não cresceu.

“Ficamos emocionados quando vimos os primeiros tomates já cultivados no simulador de solo de Marte ficarem vermelhos”, disse o líder do projeto Wieger Wamelink em comunicado à imprensa. “Isso significava que o próximo passo em direção a um ecossistema agrícola fechado sustentável foi dado”.

Veja mais sobre ciência!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin