Um robô é usado para tratar o coronavírus em território dos Estados Unidos, o 2019-nCoV, que surgiu na China no mês passado e já causou mais de 100 mortes até o momento.

Esta é uma maneira de impedir que o vírus s espalhe para dentro e fora do hospital, sendo que a equipe do Centro Médico Regional de Providence, em Everett, Washington, conta com um robô que pode medir os sinais vitais do paciente e atuar como uma plataforma de videoconferência.

Enfermeiras ainda precisam entrar na sala para reposicionar a câmera, e ele tem um estetoscópio, como um médico de verdade. De qualquer forma, a máquina ilustra como as autoridades médicas fazem de tudo para tentar conter um surto deste vírus devastador.

Além disso, o paciente foi transportado pelo hospital em uma maca de isolamento, esta que você vê abaixo:

Robô é usado para tratar o coronavírus nos EUA

O hospital atualizou seu sistema de quarentena robótica, informou a CNN, em resposta ao surto de Ebola 2014-2016.

“É por isso que estabelecemos protocolos que nos permitem tratar pacientes com doenças infecciosas de uma maneira que possamos isolá-los sem espalhar o vírus a ninguém”, disse à CNN George Diaz, chefe da divisão de doenças infecciosas do hospital.

Não há informações de quanto tempo o paciente permanecerá em quarentena, já que os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças solicitaram que o hospital realizasse testes adicionais.

“Eles estão procurando a presença contínua do vírus”, disse Diaz à CNN. “Eles estão monitorando para ver quando o paciente não é mais contagioso.”

Veja mais sobre tecnologia!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin