• Todd Phillips compara o clima do primeiro Coringa com “Delírio a Dois”;
  • Ele afirma que não teremos muita diferença de tom, mesmo sendo um musical;
  • O novo longa se passará dentro do Asilo Arkham

O diretor de Coringa: Delírio a Dois, Todd Phillips, explica que o segundo filme estrelando Joaquin Phoenix terá um tom muito próximo de seu antecessor. Ele também reforça que, apesar de muita gente torcer o nariz por ser um musical, há uma razão para seguirem este caminho e que fará sentido para quem assistir ao novo longa.

Mesmo com músicas, ele afirma que a audiência não deve esperar uma diferença impactante dela no tom que acertaram no primeiro filme.

“O Arthur Fleck é estranho, tonto e muito mais, mas ele tem música dentro dele. Tem uma graciosidade. Isso motivou muita da dança no primeiro filme…não parecia um passo tão grande a partir disso. É diferente, mas penso que fará sentido quando ver”

Representação de Todd Phillips ao Asilo Arkham

Ao contrário do primeiro Coringa, que apresentava Gotham na visão de seu diretor, o segundo longa-metragem será focado em uma história do palhaço do crime dentro do Asilo Arkham – onde conhece a Arlequina (Lady Gaga) e desenvolve um romance com a psiquiatra. Mais detalhes devem ser divulgados próximo ao seu lançamento, em 3 de outubro de 2024.

Veja mais em Cinema!

Subscribe
Notify of
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cristina
Cristina
1 mês atrás

Ansiosa

Pin