A Organização Vídeo nas Aldeias (VNA), do antropólogo e documentarista Vincent Carelli, acaba de lançar uma plataforma streaming com filmes indígenas.

Desde 1989, o cineasta francês tem documentado o cotidiano de diferentes povos nativos no Brasil, que renderam mais 8 mil horas de filme. Através de sua ONG, fundada em 1986, Vincent também incentiva a formação de cineastas indígenas e difusão de seus filmes. O projeto já realizou mais de 127 oficinas envolvendo mais de 40 povos.

A plataforma oferece 88 filmes por meio do sistema “on demand” do Vimeo, com valores que variam entre 1 dólar ou 4 dólares – que terá renda distribuída entre cineastas e comunidades indígenas, a Organização e manutenção da plataforma.

O catálogo abrange produções feitas por Carelli e outras realizadas pelos próprios índios, que contêm um grande valor cultural para conhecermos mais sobre suas riquezas étnicas.

“Mais do que um registro de culturas, estes filmes revelam visões de mundo múltiplas e complexas, que resistem à invisibilidade e ao apagamento a que têm sido historicamente submetidos aos povos nativos no Brasil”, descreve a plataforma.

O objetivo é apoiar a luta dos povos nativos, garantir seus direitos culturais e territoriais, além de arrecadar fundos para a manutenção do projeto que, em 2016, estava passando por dificuldades financeiras por falta de apoio.

“Em um momento de grave retrocesso dos direitos fundamentais dos povos indígenas no país, a expressão audiovisual torna-se estratégica, rompendo com as narrativas hegemônicas da diversidade cultural destas populações e de suas demandas”, publicou a ONG.

Acesse a plataforma streaming Vídeo nas Aldeias e se aprofunde nas tradições, crenças, conhecimentos e valores dos povos indígenas, sob a perspectiva deles próprios.

Vídeo nas Aldeias: plataforma streaming com filmes indígenas

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin