Vídeos fake perfeitamente reais estão muito próximos de serem lançados, de acordo Hao Li, um dos pioneiros e experts no ramo de deepfakes.

Li é professor de Ciências da Computação na Universidade do Sul da Califórnia e também o criador dos mais convincentes deepfakes já desenvolvidos.

Ele comentou em uma conferência do MIT recentemente que uma tecnologia fácil de usar para criar esses vídeos falsos (e que seriam impossível de detectar a olho nu) está a dois ou três anos de ser lançada.

Porém, apenas dois dias depois, ele apareceu no programa “Power Lunch” da CNBC e disse que pessoas comuns podem criar deepfakes “perfeitamente reais” em apenas seis até doze meses.

Quando questionaram porque ele mudou de opinião de dois a três anos para meses, ele respondeu que foi forçado a “recalibrar” sua linha do tempo esperada devido ao aumento do foco na tecnologia deepfake e à crescente popularidade do Zao, um aplicativo que permite aos usuários inserir seus rostos em filmes e programas de televisão famosos.

Enquanto o Zao é relativamente inofensivo, Li e outros experts acreditam que isso pode ser usado para usos nefastos.

Uma vez que isso for disponibilizado em larga escala, não dá para saber quantas pessoas vão usar para enganar empresas, roubar identidades ou até usar para influenciar eleições.

Para prevenir isso, Li trabalha junto da Universidade do Sul da Califórnia para criar um sistema que possa detectar esses deepfakes realistas.

“Estamos trabalhando juntos em uma abordagem que pressupõe que os deepfakes serão perfeitos”, disse Li aos participantes da conferência do MIT, acrescentando que “não haverá maneira de dizer se é real ou não, por isso precisamos adotar uma abordagem diferente”.

Especialmente quando a eleição dos EUA se aproxima, em 2020, é preciso trabalhar em uma maneira de lidar com isso.

Veja mais sobre tecnologia.

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin