De acordo com o jornal South China Morning Post, uma empresa baseada em Shenzhen chamada Starpery, que é uma das maiores fabricantes de bonecas sexuais do país, está no processo de treinar seu próprio grande modelo de linguagem, ou LLM, para levar seus robôs sexuais, já bastante realistas, a um novo nível.

Embora não seja o primeiro robô sexual com IA da China, o CEO da Starpery, Evan Lee, sugeriu que os novos modelos que devem chegar às prateleiras em agosto serão revolucionários.

“A nova geração de bonecas sexuais, impulsionadas por modelos de IA e equipadas com sensores, pode reagir com movimentos e fala,” vangloriou-se Lee, “significativamente melhorando a experiência do usuário ao focar na conexão emocional, em vez de apenas habilidades conversacionais básicas.”

Como em todos os outros empreendimentos de treinamento de IA, Lee sugeriu em seus comentários ao SCMP que o maior obstáculo para criar robôs sexuais falantes com IA está relacionado ao quão robóticos eles soam atualmente.

“Os desafios tecnológicos permanecem, particularmente em alcançar uma interação humana realista,” disse o CEO. “Enquanto diálogos simples são fáceis, criar respostas interativas envolve um desenvolvimento complexo de modelos por empresas de software especializadas.”

Embora a Starpery tenha tradicionalmente se concentrado em vender bonecas fora da China, a empresa está supostamente buscando expandir-se no mercado internado.

Também houve uma ampla concorrência no campo dos sexbots com IA este ano, e não há dúvida de que, como um dos maiores players da indústria, a Starpery está buscando capitalizar essa tendência.

A empresa não falou sobre como exatamente está treinando o LLM dos sexbots, mas levando em conta outros usos impróprios de chatbots que vimos até agora, dá para imaginar algo.

Veja mais sobre tecnologia!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin