O autor Neil Gaiman, que está trabalhando ativamente na adaptação de Sandman para o formato série na Netflix, afirmou que terá uma grande diferença naquilo que está produzindo e o que vimos em Game of Thrones. A ousadia pode ter pego até os fãs de surpresa, mas tem uma razão bem específica para ele ter comparado os dois seriados e a razão é o formato como a produção é feita. Então pode respirar tranquilo que ao menos por enquanto ele não criticou de forma pejorativa a legião de apaixonados.

De acordo com o profissional, tudo está relacionado à forma como as coisas são apresentadas. “Se você não gosta de um episódio de Game of Thrones, provavelmente não gostará de nenhum outro dessa série. Com Sandman, nosso trabalho é surpreender o público. Sobre se reinventar. Levar você em uma jornada na qual nunca esteve antes”. O que ele quer dizer com isso? Apenas que as formas como as coisas serão no início não condizem com o jeito que elas terminarão e pode esperar que não ficará preso na mesma fórmula.

Além disso, Neil Gaiman solta o verbo

Se comparar Sandman com GoT não fosse o suficiente, Neil Gaiman ainda explicou um pouco mais sobre o que esperar dos episódios do seriado. “Você assistirá ao primeiro capítulo e pensará que entendeu como se fosse um Downtown Abbey com mágica. Então, no capítulo dois começará a se perguntar o que diabos estamos fazendo quando conhecer Gregory, o Gárgula. Já no quinto, teremos uma ambientação mais traumática e trevosa, enquanto o sexto é o que mais nos fez sentir bem”. Curioso, não é? Por enquanto, não há uma data para a sua exibição na Netflix, mas está agendado para chegar ainda em 2022.

Veja mais em Cinema e TV!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin