Uma tatuadora de 106 anos foi estrela da capa da Vogue Filipinas no mês de abril de 2023. Para a surpresa de todos, a revista trouxe uma mudança bem-vinda para a tradicional revista de moda.

Apo Whang Od, também conhecida como Maria Oggay, é uma tatuadora que tenta manter viva a tradicional arte corporal feita à mão. Ela tatua pessoas desde os 16 anos e a artista também foi reconhecida e respeitada como uma pessoa significativa em sua cultura ao aceitar o desafio de misturar tinta de fuligem de pinho e aplicar desenhos à mão que só antes eram apenas feitos por homens.

Ela é descrita como a mambabatok mais velha do grande grupo étnico Kalinga. De acordo com Kalinga, a forma de arte “Batok” só pode ser transmitida para parentes de sangue. Whang-Od, que aprendeu com seu pai, decidiu treinar sua sobrinha-neta Grace Palicas, porque ela nunca teve filhos.

Grace tem agora 26 anos e está tentando levar adiante a tradição de sua família praticando esta forma de arte. Ela quer manter a tradição viva por muito tempo, assim como sua avó.

Usada anteriormente como um símbolo de status entre os caçadores de cabeças de Kalinga, a arte Mamababatok é praticada há mais de mil anos nas Filipinas.

Depois de anos tatuando em sua comunidade, Whang Od decidiu levar a forma de arte para pessoas fora de sua comunidade.

Enquanto ela foi ficando mais famosa, pessoas de todo o mundo visitavam sua aldeia para serem tatuadas por ela.

“Quando os visitantes vierem de longe, darei a eles a marca de Buscalan, a marca de Kalinga enquanto meus olhos puderem ver”, disse Whang-Od à Vogue.

De acordo com Vogue Filipinas, “A vida de Apo Whang-Od está inscrita em sua pele, de realizações a doenças e nomes de amantes de longa data. Ele conta uma história de bravura, beleza e a rica herança da tribo Kalinga.”

Apo Whang Od, a tatuadora de 106 anos que apareceu na capa da Vogue

Veja mais sobre tatuagens!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin