• A autora de Bridgerton, Julia Quinn, se pronuncia sobre polêmica na Temporada 3 da série;
  • Ela afirma que as mudanças foram aprovadas por ela;
  • Cuidado, o texto contém SPOILERS

A autora de Bridgerton, Julia Quinn, usou suas redes sociais para se posicionar sobre toda a polêmica envolvendo o personagem “Michael Stirling” – que, na série, foi apresentado como “Michaela” e será uma mulher. A escritora aponta que todas as decisões foram aprovadas por ela e que os fãs devem confiar no que virá.

Cuidado, na fala dela contém spoilers do fim da terceira temporada do seriado da Netflix. Caso não tenha assistido ainda, recomendamos que salve o link para ler posteriormente.

Caros leitores, muitos fãs de Bridgerton expressaram surpresa e alguns desapontamento em relação à mudança no fim da terceira temporada de Bridgerton – que levou Michael Stirling, que teria um relacionamento com Francesca em “When He Was Wicked”, a ser apresentado como Michaela.

Qualquer pessoa que viu alguma entrevista minha nos últimos quatro anos sabe que estou profundamente comprometida para que o mundo de Bridgerton seja mais inclusivo e diverso, da forma como as histórias são adaptadas dos livros para a série. Mas mudar o gênero de um dos personagens principais é uma grande mudança, então quando Jess Brownell nos trouxe essa ideia pela primeira vez, eu precisava de mais informações antes de dar minha aprovação.

Na verdade, tive de lutar para publicar os primeiros quatro capítulos – que estabelecem este amor. Minha editora estava preocupada sobre escrever do amor de Fran por John e como isso poderia prejudicar o papel de Michael como o herói do livro de romance.

A temporada será a mais emocional e que partirá corações de toda a produção. Será mais do que um ‘soco’, já que John teve ainda mais tempo de tela do que em qualquer página que escrevi.

Agradeço aos leitores e fãs pelo feedback. Estou grata pela sua compreensão e tocada por seu profundo comprometimento com os personagens do mundo Bridgerton. Eu peço a vocês que deem a mim e a equipe da Shondaland um pouco de fé conforme avançamos. Eu acredito que terminaremos com duas histórias, uma nas páginas e uma nas telas, e ambas serão bonitas e comoventes.

Julia Quinn

Aprovação de Julia Quinn

O que a autora de Bridgerton quis dizer é que realmente a mudança faz parte dos planos – tanto dela quanto da Shondaland e da Netflix – e que os fãs devem aguardar para compreender o que motivou estas transformações na história. Não foi divulgado quando começarão as gravações da quarta temporada e sua data de estreia na plataforma de streaming.

Veja mais em Séries e TV!

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Pin